(319)
Última edição
Última Edição
Matéria de Capa
Ponto de Vista
Destaque
Dicionário do Setor
Internacional
 
Você está em:

SuperHiper

Feliz oportunidade nova!

 

Estamos começando 2018 e, ao invés de desejar o tradicional “feliz ano novo”, vou começar com um “feliz oportunidade nova”. É assim que devemos projetar os próximos meses. O setor supermercadista terá grandes desafios na ativação do consumo, os últimos anos foram difíceis para a população brasileira, que precisou retrair seus gastos, pagar dívidas e, agora, está mais consciente e ponderada em relação às compras.

 

As perspectivas do Banco Central para este ano nos impulsionam a acreditar que o pior ficou para trás. As projeções para 2018 estão bem positivas: 2,69% de crescimento para o PIB, a taxa Selic deve ficar em 6,75% e a inflação, na casa dos 4%. As projeções positivas são corroboradas pela atual taxa de desemprego, que, de acordo com o IBGE, está em 12%; queda significativa na comparação com o início de 2017, quando era de 13,7%.

 

Uma das nossas principais prioridades, para 2018, é a aprovação da reforma da Previdência, um sistema com déficit crescente, que gera um grande desequilíbrio nas contas públicas e representa uma ameaça para a estabilidade da economia brasileira.

Precisamos, também, de uma reforma tributária que contribua para melhorar o ambiente de negócios no Brasil e de uma desburocratização do sistema de crédito; os empresários precisam de melhores incentivos para empreender e gerar mais emprego e renda no País.

 

O ano será de grandes acontecimentos, teremos eleições federais e estaduais. Além disso, 2018 também terá a tradicional Copa do Mundo de Futebol. Sem dúvida, um ano de grandes expectativas e também de maior otimismo, uma ótima oportunidade para elaborar boas estratégias de vendas para atrair novos consumidores.

 

Para impulsionar o consumo, será importante “pensar fora da caixa”, sair do contexto de busca pelo básico e custo-benefício que a crise nos trouxe e começar a focar em novas tendências, inclusive voltadas aos produtos premium, e também trabalhar melhor as experiências dentro das lojas, fatores que estão voltando a impactar na escolha do canal.

 

 

O varejo também precisa buscar mais integração tecnológica, atualizar-se em relação ao que está acontecendo no mundo. O futuro já chegou e precisamos nos preparar para a onda de tecnologia que está cada vez mais presente na vida dos nossos consumidores. Ainda temos mais de 11 meses pela frente. É importante manter o otimismo e a busca pelo conhecimento e inovação. Um 2018 de grandes mudanças e melhorias para o setor!

 

João Sanzovo Neto

Presidente da ABRAS

 


Atualizado em Janeiro de 2018