(299)
Jurídico
Apresentação
Membros do Comitê
» Notícias Jurídicas
 
Você está em:

Comitês

CPF facilita acesso a serviços públicos 13/03/2019 14:24:13

 

O número de inscrição no CPF é suficiente e substitutivo para a apresentação de outros documentos no exercício de obrigações e direitos ou na obtenção de benefícios

 

Foi publicado no Diário Oficial da União (DOU), de 12/03/2019, o Decreto 9.723/2019, que institui "o Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) como instrumento suficiente e substitutivo da apresentação de outros documentos do cidadão no exercício de obrigações e direitos ou na obtenção de benefícios".

 

O decreto dispõe que o acesso a informações e serviços, de exercício de obrigações e direitos e de obtenção de benefícios perante os órgãos e as entidades do Poder Executivo federal, o número de inscrição no CPF é suficiente e substitutivo para a apresentação dos seguintes dados:

 

I - Número de Identificação do Trabalhador - NIT;

II - número do cadastro perante o Programa de Integração Social - PIS ou o Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público - Pasep;

III - número e série da Carteira de Trabalho e Previdência Social - CTPS;

IV - número da Permissão para Dirigir ou da Carteira Nacional de Habilitação;

V - número de matrícula em instituições públicas federais de ensino superior;

VI - números dos Certificados de Alistamento Militar, de Reservista, de Dispensa de Incorporação e de Isenção;

VII - número de inscrição em conselho de fiscalização de profissão regulamentada; e

VIII - número de inscrição no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal - CadÚnico; e

IX - demais números de inscrição existentes em bases de dados públicas federais.

 

De acordo com o Decreto os cadastros, formulários, sistemas e outros instrumentos exigidos dos usuários para a prestação de serviço público conterão campo de preenchimento obrigatório para registro do número de inscrição no CPF.

 

Os órgãos e as entidades da administração pública federal terão três meses para a adequação dos sistemas e procedimentos de atendimento ao cidadão e doze meses para consolidar os cadastros e as bases de dados a partir do número do CPF.

 

O ato presidencial desburocratiza o atendimento ao cidadão e amplia a importância do CPF como número integrador das bases de dados públicas federais.

 

Fonte: Receita Federal – 12/03/2019.

 

Acesse aqui a íntegra do Decreto nº 9.723, de 11 de Março de 2019, publicado no Diário Oficial da União em 12/03/2019, edição: 48, seção: 1 e páginas: 2 – 3.

 




Clipping Portal ABRAS


 

Últimas

» Convenção ABRAS: Rogério Marinho fala da relevância da Reforma da Previdência 21 de Março 2019, 16h17
» STF forma maioria para aplicar o IPCA-E em correção monetária desde 2009 21 de Março 2019, 12h52
» TST adia revisão de jurisprudência para adequação à reforma trabalhista 21 de Março 2019, 12h51
» CCJ define as primeiras audiências públicas sobre a PEC da Previdência 21 de Março 2019, 12h50
» TJ-SP anula auto de infração por creditamento indevido de ICMS 21 de Março 2019, 12h49
» STJ – Informática e telefonia terão interrupções neste sábado (23) 21 de Março 2019, 12h48
» O omnichannel na prática é o futuro, diz, Peter Estermann em painel na Convenção Abras 20 de Março 2019, 16h29
» Juiz de Belo Horizonte nega pedido para suspender MP da contribuição sindical 20 de Março 2019, 15h00
» Isenção de contribuição previdenciária vale quando plano complementar é restrito 20 de Março 2019, 14h58
» Receita Federal publica norma sobre a CPRB 20 de Março 2019, 14h57

Ver mais »